A LUTA PELO DIREITO À EDUCAÇÃO: ANÁLISE COMPARADA DOS MOVIMENTOS ESTUDANTIS BRASILEIROS PÓS REFORMA DO ENSINO MÉDIO E DA ARMADA DE DUMBLEDORE EM HOGWARTS

2019

Lorena Pazos Lorenzo

A presente pesquisa monográfica pretende abordar a reforma do ensino médio ocorrida durante o governo do presidente Michel Temer e as suas consequências político-sociais, através de uma análise comparada com a reforma estudantil presente na obra Harry Potter e a Ordem da Fênix, quinto livro/filme da famigerada saga Harry Potter. Para isto, foi necessário retratar preliminarmente o conceito de Arte e as formas de comunicação desta área com o Direito. Neste momento, o livro clássico A luta pelo Direito, de Rudolf von Ihering, foi mencionado com o intuito de fundamentar a importância de uma postura reativa diante da lesão ou usurpação de um direito, bem como das consequências que a renúncia à esta luta causa no indivíduo e na sociedade. Por se tratar de uma análise comparativa envolvendo uma obra literária/cinematográfica, se fez necessário apresentar um breve resumo do conteúdo a fim de familiarizar o leitor com o tema. Além disso, os aspectos jurídicos presentes em Harry Potter e a Ordem da Fênix foram citados, comprovando o compromisso com a realidade da autora. Também foi mencionada a equivalência do leitor e do espectador de Harry Potter com os principais interessados reforma do ensino médio. Finalmente, foi debatido o direito à educação no Brasil e em Hogwarts, além da reforma educacional presente nos dois cenários. Os movimentos estudantis materializados na Primavera Estudantil ou Secundarista e na Armada de Dumbledore também foram examinados. Em conclusão, analisou-se as consequências destes episódios no cenário brasileiro, bem como a discussão recentes acerca do futuro da educação do país diante do governo eleito. Palavras-chave: análise comparada; direito à educação; reforma na educação; movimentos estudantis; Harry Potter; Direito e Arte.