A RESPONSABILIDADE CIVIL DO ADVOGADO PELA PERDA DE UMA CHANCE

2015

Érica de Araújo Souza

A Responsabilidade Civil pela Perda de uma Chance é matéria que fomenta grande debate no âmbito jurídico, o que motiva divergências quando da sua aplicação. Além disso, atualmente, se visualiza um aumento excessivo de prestadores de serviços jurídicos, muitas vezes despreparados tecnicamente ou sem a percepção necessária da importância do exercício da profissão. A desídia do advogado quando do exercício de sua atividade pode causar uma situação de extrema gravidade àquele que o busca para defender seus direitos perante o judiciário. Diante da relevância do assunto e das inúmeras confusões de conceitos constantes em decisões judiciais ao aplicar a teoria da perda de uma chance, o tema merece atenção e estudo, no intuito de harmonizar conceitos e definir parâmetros relativos à melhor aplicação da teoria. A abordagem deste tema é extremamente pertinente para comunidade jurídica, objetivando que aqueles advogados que prestam de forma deficiente e descuidada as suas atividades sejam devidamente responsabilizados. Outrossim, serão retratados os parâmetros passíveis de aplicação às condutas capazes de causar danos e, consequentemente, ensejar indenização. Desta forma, o presente trabalho avalia os aspectos indispensáveis à reparação civil decorrente da perda de uma chance frente a atuação culposa do patrono.